sábado, 24 de setembro de 2011

Kegerator - Chopz direto da fonte!!!


Agora sim!!! Chopp Charles Brenson direto dos kegs! Acoplei uma torneira cervejeira a minha geladeira, transformando-a em um kegerator. Talvez seja preciosismo, mas que é massa ter uma chopeira em casa, isso ninguém nega! Vou neste post explicar um pouco sobre como embarrilar seu chopp artesanal (post mix / cornelius keg) e como montar seu próprio kegerator! Este é um passo mais avançado para quem faz cerveja em casa, mas se esta é sua primeira vez aqui, não se assuste, não é necessário toda essa parafernalha para poder tomar sua própria cervejinha.

Chope vs cerveja

Antes de começar vou explicar um pouco sobre algo que sempre me perguntam. Mas afinal qual a diferença entre chope e cerveja? Muitos acham que é a quantidade de gás, a temperatura que é servido... Nada disso. Simplificando, a única diferença é o processo de pasteurização. Mas o que raios é pasteurização? Pra você que faltou as aulas de química no ensino médio, pasteurização vem do nome de um francês que criou este processo, Louis Pasteur. Consiste no simples fato de se aquecer algum alimento, a certa temperatura e por determinado tempo, para que os microorganismos ali presentes sejam destruídos.

Louis Pasteur
No processo de fabricação de cerveja, este é basicamente o último processo a ser realizado, após a mosturação, fermentação e maturação. Grandes cervejarias utilizam grandes equipamentos para este fim, e esta característica elimina possíveis bactérias e inativa todo a levedura, "selando" a qualidade da cerveja após engarrafada. Para nós, cervejeiros caseiros, este processo não é necessário, desde que se tenha uma boa sanitização e estocagem adequada do produto final. Cabe ressaltar que ALES se comportam de maneira diferente que LAGERS, sendo que as primeiras são muito mais resistentes a contaminações e podem ser armazenadas a temperatura ambiente sem qualquer problema. Lagers por sua vez necessitam de muito mais cuidado, visto que seu fermento é mais sensível e se não armazenado adequadamente (altas temperaturas) pode liberar off-flavors (gosto ruim) no chopp.

Hoje em dia, a grande maioria das grandes cervejarias pasteuriza a sua cerveja, e vendem como chope mesmo assim, caindo por terra esta diferença. Se você compra um chopp de barril da ambev, na verdade está comprando cerveja, visto que não existe fermento ali presente. O que acaba diferenciando é o fato da cerveja passar por uma serpentina para o seu resfriamento (chopeira), o que pode ocasionar perda de CO2 e de acidez, tornando a bebida mais palatável.

Draugth beer


Draught beer significa em inglês cerveja servida diretamente de um barril pressurizado. Vamos agora falar um pouco sobre como embarrilar sua cerveja artesanal. O processo de embarrilamento facilita cerca de 70% do trabalho para se envasar a cerveja, visto que tudo deve ser adequadamente sanitizado. Lavar e sanitizar garrafas pode ser extremamente demorado, o que leva a muitos cervejeiros artesanais investir um pouco em equipamentos. 

Para quem faz cerveja em casa, a opção mais viável e prática e a aquisição de barris do tipo Cornelius, aqueles post mix usados pela coca-cola antigamente. São feitos em aço inox, com fácil higienização pois possuem uma tampa superior que permitem realizar a sua lavagem. Quando adquiri meus barris, encontrei um manual feito pelos caras da lamas bier para uso dos cornelius keg, extremamente útil que pode ser encontrado aqui. 

Kit básico Cornelius Keg (Post mix)
Basicamente o sistema se compõe da seguinte maneira:

Barril Post Mix (novo / recuperado)
Cilindro de CO2 + Válvula de saída lenta + Regulador de Pressão  
Torneira de chopp
Mangueiras + Conexões

O mais importante que deve ser sempre lembrado é que o cilindro de gás carbônico é extremamente perigoso se fora de manutenção / manuseio incorreto. A pressão do cilindro pode chegar a 900 PSI, e o barril suporta até 60 PSI. NUNCA, eu digo NUNCA conecte o cilindro de gás diretamente ao seu barril, porque ele com certeza IRÁ EXPLODIR E VOCÊ TAMBÉM. O regulador de pressão é de suma importância. 

Outro fator importante é a procedência do seu barril. Não use barris em que foram utilizados químicos, apenas os com bebidas. Estes barris eram facilmente encontrados em ferros velhos perto de fábricas da coca, porém hoje em dia estão cada vez mais escassos. Se você adquirir um de ferro velho, desmonte-o inteiro, limpe e sanitize, troque todas as vedações com novos o-rings. 

Kit de O-Rings
Barris do tipo KEG também podem ser utilizados para cerveja artesanal, o grande problema porém é a sua limpeza, pois não permite a visualização direta do seu interior, sendo que é necessário o uso de produtos químicos para sua correta higienização. Como os cervejeiros caseiros não possuem máquinas para limpeza de barris, eu considero esta opção meio impraticável. 
Kegerator com keg de 50 litros
Projeto Kegerator Charles Brenson

Agora, como gelar uma quantia tão grande de cerveja? A resposta é ter uma geladeira específica para isto, ou uma chopeira a gelo. Os dois funcionam bem, porém a vantagem de manter o barril gelado é que melhora o processo de maturação do chopp. 

Para você transformar sua geladeira em um kegerator, é necessário acoplar uma torneira cervejeira, pode ser americana, italiana ou até mexicana. Existem kits prontos para isso, comprei o meu no site http://www.homebrewstuff.com/ e chegou aqui perfeitamente em um mês. Encontrei este artigo da micromatic que explica como transformar sua geladeira. 

Seguem algumas fotos da metamorfose da minha!

Pronto pra começar a zuera
Kit: Torneira americana, "shank", mangueira e conector
Furando a porta da geladeira. O ideal seria
 uma serra-copo porém de grão em grão...
Porta fuzilada!
Retirando rebarbas
Parte interna
Mangueira atóxica


Valeu pra você?
É de extrema importância sempre manter as tubulações do kegerator limpas. Por isso sempre deixo desconectado do barril e conecto apenas na hora de realmente aproveitar a cerveja. Como não adicionamos conservantes nem estabilizantes nem pesticidas nem nada, a sanitização continua suprema. 

Valeu pela leitura se você chegou até aqui, comentários são sempre muito bem vindos!!!

Um abraço a todos

Cheers!!!

18 comentários:

  1. Tua mae deixou vc "estragar" a geladeira dela entao?? hehehe brincadeirinha... Ficou muito legal!!! Direto da fonte agora! Parabéns pelo empreendimento!
    Beijao
    T amo =)

    ResponderExcluir
  2. Olá minha linda!!! Que surpresa você por aqui!!!
    Sim, sim, geladeira estragada! Mas é por um bem maior =)
    Um beijao, amo você.

    ResponderExcluir
  3. Cara, parabéns pela coragem de assassinar a geladeira! Rsrsrsrs... Sério... eu tenho o kit do Kegerator faz seis meses, mas ainda não tive coragem de furar a bixinha... Já pensei até em fazer um rombo no meu freezer, mas fiquei com medo por causa dos circuitos e tubulações de resfriamento. Em todo caso, achei que o seu kegerator ficou excelente!

    ResponderExcluir
  4. Um dia eu vou ter uma dessas.
    Qual o e-mail vc quer que te mande o Beersmith 2 ?
    Até mais.

    ResponderExcluir
  5. Marco! Cara, assassinei a geladera da minha mae, mas com muito prazer! hahahaha, realmente vale a pena, e vc no final ela ainda funfa! iauehihea um abraco velho!

    Dae PXTO!

    Cara, se tiver como me mandar no brunoriccia@gmail.com eu agradeco velho!!!

    Um abraco

    ResponderExcluir
  6. Bruno, eu tinha lido em algum lugar que não deveriamos colocar o tanque de CO2 na geladeira. Há algum problema? Você faz carbonatação nesta geladeira?

    Abraços

    Bruno Pulier

    ResponderExcluir
  7. Opa Bruno, desculpe a demora em responder cara!!!

    Velho, em relação ao tanque de CO2 na geladeira, eu somente o coloco na hora de servir o chopp, para não perder demais a pressão e ter q ficar abrindo a geladeira para regular. Deixar dentro da geladeira diminui a volatilidade do CO2 líquido, que leva a uma queda geral da pressão no cilindro. A carbonatação eu faço na geladeira sim, só que calibro o CO2 e deixo o cilindro fora. Em dia de festa, regulo o Co2 lá dentro, e aí quando termina tiro!

    Um abraco!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia! Gostei muito do seu artigo. Eu não consegui achar no site http://www.homebrewstuff.com/ o kit de torneira igual ao seu.... vc tem o link do produto? Quanto ficou o preço final + frete? Abs

    ResponderExcluir
  9. Gabriel Delong Mittelbach25 de abril de 2012 21:06

    Já encomendei minhas torneiras e "shanks" (só que da CHICompany.net) pra montar o meu. Vou fazer com 2 torneiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha só como ficou o meu! http://t.co/P0he5NwX

      Excluir
  10. Estou fazendo o meu kegerator baseado no seu projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fabio!
      Cara, pode ter certeza que vale muito a pena!!!
      Ja estou há 3 anos com o kegerator e é um dos melhores investimentos do homebrewing! Chopp artesanal direto da fonte, é sucesso total!
      Abraço!

      Excluir
  11. blz amigo , gostaria de saber onde compro as mangueiras, e tudo mais...abração

    ResponderExcluir
  12. Olá Amigo, estou pensando em transformar minha geladeira em uma cervejeira. Colocando um termostato para regular a temperatura em torno de -4ºC. Você sabe me dizer se o motor da geladeira vai conseguir manter essa temperatura?

    ResponderExcluir
  13. Uma duvida, uma geladeira normal, nao gela proximo aos 0 graus para gelar um chopp, entao ele não sai "quente", visto que geralmente as geladreiras atingem por volta de 5 graus no interior? vc fez algo para mudar isso?

    ResponderExcluir
  14. muito legal teu post, com links para mais informações, que para mim, foram muito úteis! Parabéns pelo projeto. Eu estava pensando em investir em chopeira, etc, o que sai meio "salgado". Com os Cornélius dá para pensar em montar duas torneiras numa geladeira. Abraço! Prost!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns! Muito útil essas dicas técnicas. Sempre buscando a melhor qualidade da sua cerveja!

    ResponderExcluir
  16. Aonde compro esse kit básico cornellius com cilindro de co2. Vc comercializa? Ou indica um com qualidade?

    ResponderExcluir

Comente!!! Sua opinião é muito importante!!